Aprendendo

Dicas para facilitar o aprendizado de matemática e ciências para as crianças

A educação deve ser abordada de uma maneira saudável, envolvente e divertida para as crianças, e elas precisam amar genuinamente a experiência de aprendizagem para obter uma compreensão real do assunto.

dicas para pais, aprendendo matemáticaAprender a amar matemática e ciências é essencial para despertar a imaginação e a criatividade. (Fonte: Thinkstock / Getty)

Por Michał Borkowski

Pergunte a um grupo de crianças quais são suas matérias mais temidas, e a maioria delas responderá imediatamente com matemática ou ciências. Esses são dois dos assuntos menos favoritos para muitos, e por todas as razões aparentemente corretas. A rigidez do sistema de educação formal tende a suprimir a curiosidade natural que as crianças têm por elas, priorizando a memorização de conceitos sobre a compreensão real. Este é um problema grave no cenário de hoje, em que os avanços digitais estão reinando no mundo e progredindo a cada minuto, resultando em uma lacuna de necessidade para os profissionais nesses domínios.

Aprendendo a amar matemática e a ciência é essencial para despertar a imaginação e a criatividade necessárias para abordar os problemas com facilidade e lógica, que é uma habilidade necessária na vida profissional e pessoal. Tendo isso em mente, aqui estão algumas práticas que você pode adotar para facilitar o aprendizado de matemática e ciências para seus filhos:

Incentive o brainstorming com colegas

A melhor coisa que se pode fazer com sua curiosidade é compartilhá-la com pessoas que pensam como você. Os efeitos saudáveis ​​da aprendizagem peer-to-peer ou colaborativa foram corroborados em várias pesquisas, independentemente de ser sendo abordado digitalmente ou na vida real. Basicamente, estar entre colegas incentiva a participação pró-ativa à medida que as crianças lutam juntas em direção a um objetivo comum de resolver um determinado problema, eliminando assim o aprendizado passivo. Também ajuda a determinar seus pontos fortes e fracos em um ambiente onde os colegas os consideram, aliviando assim o fardo do constrangimento. Essa abordagem de aprendizagem pode, portanto, envolver e envolver mais os alunos no processo de aprendizagem, tornando a matemática e as ciências ainda mais interativas e fáceis. Além disso, esta abordagem de aprendizagem ajuda no desenvolvimento de habilidades sociais necessárias, bem como trabalho em equipe, clareza na comunicação, adaptação a diferentes estilos e comportamentos de aprendizagem, respeito pela diversidade e inclusão e outras habilidades sociais necessárias para uma aprendizagem individual holística experiência.

Torne o conteúdo envolvente

Um dos maiores problemas quando se trata dessas matérias é o fato de que o material de aprendizagem dificilmente tem sido envolvente. Para crianças que ficam hipnotizadas até mesmo pela menor das maravilhas, assuntos tão maravilhosos como matemática e ciências parecem mundanos devido à maneira como são abordados no currículo acadêmico formal. Embora as escolas tenham dado passos rápidos na promoção de conteúdos atraentes, elas ainda devem dedicar os recursos necessários para a verdadeira facilitação e retenção dessas matérias críticas. Canais digitais têm sido uma dádiva a esse respeito, com conteúdo baseado em vídeo e gamificação dos problemas nesses assuntos (ou aqueles relevantes para eles). Mesmo fora do mundo virtual, existem muitos brinquedos interativos e artesanato DIY que também surgiram no cenário, permitindo um aprendizado mais profundo de matemática, ciência, tecnologia e até mesmo arte em um ambiente envolvente que não parece opressor. Na verdade, até mesmo um dia divertido visitando zoológicos, aquários, jardins botânicos, planetário e outros locais de educação e entretenimento podem ser um grande incentivo para essas aulas!

Diversão com matemática: como ensinar números pares e ímpares para seu filho

Dê um contexto da vida real ou orientado pela literatura

Incorporar lições desses assuntos supostamente 'enfadonhos' na vida real pode certamente tornar os conceitos, e seu aprendizado, ainda mais interessantes para as crianças. As crianças são intrinsecamente curiosas sobre tudo o que encontram, e ter tais conversas improvisadas que insinuem as aulas dos assuntos pode ser um ótimo exercício não apenas para despertar o interesse, mas também para fazê-los perceber o valor real desses assuntos. Por exemplo, quando você leva seu filho para fazer compras, peça a ele para ajudá-lo a calcular o preço final a ser pago, quanto troco você receberá depois de dar uma determinada denominação, etc. Asse com seu filho e mostre como a ciência está envolvida até mesmo nessas atividades divertidas. A literatura infantil também pode ser aproveitada para melhorar a aprendizagem em matemática e ciências, uma vez que ajudam a fornecer um contexto mais relevante e significativo, aumentando assim os níveis de interesse e fomentando o pensamento crítico entre as crianças.

Fornece um ambiente de aprendizagem propício

Por mais engenhoso que seja o processo de aprendizagem, nada de concreto pode ser alcançado se você não fornecer às crianças um ambiente envolvente e de apoio. Por exemplo, uma criança pode fazer uma pergunta muito básica que pode parecer boba para você, mas apontar isso ou rir na cara dela vai desmotivá-la de buscar ajuda mais tarde. Além disso, comparar suas habilidades ou desempenho com os de seus colegas também pode desencorajar e desenvolver um sentimento de ciúme neles. Mais importante ainda, sempre que seu filho parecer realmente curioso sobre algo, diminua o ritmo e ouça-o em vez de falar sobre ele. Eles podem não ter um conceito certo inicialmente, mas é melhor deixá-los aprender com seus próprios erros e por meio de sua própria percepção, em vez de ter a perspectiva de outra pessoa para um cenário que está sendo empurrado garganta abaixo.

Leia também: 5 maneiras DIY de ensinar conceitos científicos simples

Essencialmente, a educação deve ser abordada de uma maneira saudável, envolvente e divertida para as crianças, e elas precisam amar genuinamente a experiência de aprendizagem para obter uma compreensão real do assunto. Uma vez que seu filho comece a amar o processo de aprendizagem de todo o coração, não haverá mais relutância ou inibições em relação à matemática e às ciências e, quem sabe, essas podem acabar se tornando suas disciplinas favoritas!

(O escritor é cofundador e CEO da Brainly.)