O Negócio

A Northwestern recomenda que os pacientes com câncer verifiquem as declarações após a violação de dados

A violação aconteceu em abril por meio de um sistema de fornecedor que fornece dados sobre o câncer ao estado de Illinois.

O logotipo da Northwestern Medicine

Uma violação de dados em um fornecedor pode ter exposto algumas informações de pacientes com câncer, disse o Northwestern Memorial na sexta-feira.

Foto do arquivo Sun-Times

O Northwestern Memorial Hospital está pedindo a alguns de seus pacientes com câncer que verifiquem seus documentos de tratamento depois que um indivíduo não autorizado conseguiu acessar um banco de dados contendo informações de pacientes.

Lamentamos a ocorrência desse incidente e temos o compromisso de proteger a segurança e a privacidade das informações do paciente. Este incidente não envolveu acesso a nenhum dos sistemas, rede ou registros eletrônicos de saúde do Northwestern Memorial Healthcare, disse o hospital em um comunicado na sexta-feira.

A violação aconteceu em abril na Elekta Inc., empresa que fornece dados de pacientes com câncer ao estado de Illinois, de acordo com a Northwestern.

Durante esse tempo, o indivíduo não autorizado adquiriu uma cópia do banco de dados que armazena algumas das informações dos pacientes oncológicos [Northwestern Memorial HealthCare], disse o hospital.

As informações podem incluir nomes de pacientes, datas de nascimento, números do Seguro Social, históricos médicos e diagnósticos.

A Northwestern disse que a conta financeira dos pacientes e as informações do cartão de pagamento não estavam envolvidas.

O hospital disse que soube da violação pela Elekta em 17 de maio. Pacientes preocupados devem ligar para 855-731-3327 entre 9h00 e 17h30. De segunda a sexta.

Com base na natureza do incidente e sua investigação, a Elekta não tem motivos para acreditar que qualquer um dos dados envolvidos foi ou será usado indevidamente ou será disponibilizado publicamente, de acordo com o hospital.