Celebridades

Entrevista de Meghan e Harry e suas consequências

A conversa reveladora de duas horas com Oprah Winfrey enviou ondas de choque por todo o mundo.

A primeira entrevista de Meghan e Harry desde que se afastou da vida real incluiu várias bombas que enviaram ondas de choque por todo o mundo.

Em uma conversa reveladora de duas horas com Oprah Winfrey, a Duquesa de Sussex revelou que ela teve pensamentos suicidas sobre como ela estava sendo tratada desde que se casou com o Príncipe Harry e se sentiu angustiada com uma discussão sobre a cor da pele de seu filho.

O casal pintou um quadro profundamente desfavorável da vida dentro da casa real, retratando uma instituição fria e indiferente da qual eles tiveram que fugir para salvar suas vidas.

Desde a entrevista transmitida no domingo, 7 de março, o Palácio de Buckingham divulgou um comunicado expressando tristeza ao saber como os últimos anos foram desafiadores para o duque e a duquesa, e preocupação com as questões levantadas, especialmente a questão racial.

Harry e Meghan anunciaram que estavam deixando os deveres reais no ano passado, citando o que eles disseram ser as intrusões insuportáveis ​​e as atitudes racistas da mídia britânica, e se mudaram para a América do Norte. Essa separação se tornou oficial este ano, e a entrevista foi amplamente vista como a primeira oportunidade de explicar sua decisão.

Aqui está o que sabemos sobre a entrevista e suas consequências: